Buscar
  • ColiseumBlog

No Dia do Orgasmo, conheça 6 curiosidades sobre a explosão do prazer feminino

Atualizado: há 2 dias



Em 31 de julho comemora-se o Dia do Orgasmo, aquela data que vai te estimular ainda mais a se jogar no prazer. E em homenagem a isso, que tal falarmos sobre algumas curiosidades sobre o orgasmo feminino?


6 tipos de orgasmo

A mulher possui diferentes zonas sensíveis sendo capaz de viver o orgasmo de várias formas diferentes. Os tipos variam de mulher para mulher, dependendo da intensidade e duração do estímulo e podem ser: clitoriano, vaginal, ponto G, ponto U (uretra), anal e mamário. É muito importante que os casais conversem sobre isso e descubram várias formas de dar e receber prazer a partir do conhecimento do corpo de cada um.


Os benefícios do salto alto

Você sabia que usar saltos de 4 a 5 cm pode te ajudar a chegar lá mais rápido? Pois é. Esse hábito, além de super sensual, ajuda a fortalecer os músculos da região pélvica, intensificando as contrações para o orgasmo. Que dica de ouro, hein, meninas?


244 milivolts

Segundo o Guia dos Curiosos – Sexo, o orgasmo de 5 mulheres seria o suficiente para acender uma lâmpada devido à descarga de energia das paredes vaginais. A sensação é realmente eletrizante, não é mesmo?


Exercício Pélvico e o prazer

O simples fato da mulher fazer exercícios íntimos diariamente, contraindo e relaxando os músculos da vagina, já é suficiente para facilitar o caminho para o orgasmo – ou melhorar ainda mais a vida sexual, intensificando o prazer. Qualquer mulher pode fazer esses exercícios de forma discreta deitada ou sentada, até mesmo ao dirigir. O ideal é manter a contração (sentida em forma de puxão para dentro) por dois segundos por 8 a 10 vezes com espaço de descanso de 8 segundos cada. Na última contração, tentar segurar por 10 segundos.


Mulher ejacula sim

10% das mulheres liberam um líquido intenso durante ou depois de um ato sexual extremamente prazeroso, o chamado squirting. Segundo especialistas, este líquido é liberado após orgasmos vindos da uretra, principalmente do ponto G.


Tchau dor de cabeça

Durante um orgasmo, o corpo libera endorfina, hormônio responsável pela sensação de prazer. Na mulher, ainda ocorre a liberação da ocitocina, chamada de hormônio do amor e que promove a contração do útero. Esse fenômeno comprovadamente ajuda a aliviar as dores de cabeça, as cólicas menstruais, melhora o sono e alivia o estresse, dentre vários outros benefícios. Portanto, se jogue nesse ato delicioso e sinta todos os benefícios no corpo e na mente.

Que tal dar uma passadinha no Coliseum e comemorar esse dia tão especial?

Chame a gente no whatsapp e reserve sua suíte!

0 visualização